IRS Jovem com teto máximo de 15% até aos 35 anos

O Conselho de Ministros aprovou as alterações ao IRS Jovem que definem uma taxa máxima de 15% até ao penúltimo escalão para os contribuintes até aos 35 anos. 

O alargamento deste regime prevê, desta forma, uma redução das taxas marginais em dois terços face à situação atualmente em vigor.

Este alívio aplica-se sobre os rendimentos do trabalho dependente (categoria A) e rendimentos do trabalho independente (categoria B).

Com esta medida, os jovens portugueses pagarão uma taxa de IRS que varia entre os 4,4% e os 15%, ou seja, embora a taxa máxima aplicável ao oitavo escalão seja de 15%, a grande maioria dos jovens ganha muito menos do que esse patamar de rendimentos, pelo que terão uma taxa de imposto algures entre os 4,4% e os 8% ou 8%”, de acordo com declarações do Primeiro Ministro.

Com as novas regras, um jovem que aufira um salário mensal de mil euros brutos irá obter uma poupança anual de 941 euros. No caso dos vencimentos de 1500 euros brutos a poupança avança para os 1967 euros.

Partilhar:

Ofertas a clientes

Vamos abordar um assunto que tem sido prática comum para as empresas. Não só em épocas festivas, mas maioritariamente, que as empresas têm recompensado os

NEWSLETTER

Assine a nossa newsletter e fique a par de todas as novidades

Este site usa cookies para assegurar uma melhor experiência de navegação. Se desejar saber como tratamos os seus dados leia nossa política de privacidade.

Abrir
1
Ajuda?
Ola!
Como podemos ajudar?